Os 4 futuros sistemas de defesa aérea próximos à Directed Energy of the US Army

Em muitas áreas, como sistemas superfície-ar de longo alcance, mísseis antitanque, guerra eletrônica e até mesmo artilharia e blindagem, o Exército dos EUA viu sua vantagem tecnológica herdada do fim da Guerra Fria. de intervenção no Iraque e no Afeganistão, enquanto outros países, especialmente a Rússia e a China, investiram metodicamente para se atualizar e, às vezes, até ultrapassar a tecnologia dos Estados Unidos. Mas há uma área na qual os exércitos americanos têm sido capazes de investir tempo e o suficiente para manter uma lacuna significativa sobre seus concorrentes, armas de energia dirigida, em particular para garantir proteção antiaérea de suas unidades e locais principais. Essas tecnologias agora estão atingindo a maturidade e o Exército dos EUA planeja começar a implantá-los em grande escala entre 2025 e 2027 para combater, entre outras coisas, ameaças emergentes como drones e enxames de drones, mas também mísseis, foguetes e projéteis de artilharia e morteiros, cujo alcance e precisão melhoraram significativamente nos últimos anos.

Para garantir esta missão, o Exército dos Estados Unidos vem desenvolvendo, há vários anos, 4 novos sistemas especializados capazes de fornecer proteção adaptada à ameaça: um sistema móvel, denominado DE M-SHORAD; um sistema pesado denominado IFPC-HEL; um sistema pesado especializado na eliminação de enxames de drones denominado IFPC-HPM e um conjunto de sistemas anti-drones leves C-sUAS. Cada um destes sistemas, pela sua potência, mobilidade e capacidades de interligação, permitirá responder a cenários específicos, proporcionando um valor acrescentado operacional que o Exército dos Estados Unidos considera decisivo nos compromissos de alta intensidade que se avizinham. meios militares e tecnológicos avançados.

The Stryker Guardian DE M-SHORAD

O primeiro desses sistemas a entrar em serviço a partir de 2025 será the Guardian, designado pela sigla Direct Energy Mobile SHOrt Range Air Defense ou DE M-SHORAD. É um laser de alta energia de 50 Kw acoplado a um sistema de detecção e designação de alvos aéreos e carregado em um veículo blindado Stryker 8 × 8, o carro-chefe da Brigada de Combate dos EUA. Com tal potência, o Guardian poderá fornecer proteção contra drones aéreos de categoria 1 e 2, ou seja, drones de menos de 30 kg operando a menos de 3500 pés de altitude, mas também, em certa medida e com suficiente longo tempo de exposição, contra drones de 3ª categoria, que podem chegar a 650 kg e evoluir até 18.000 pés de altitude, ou 6 km, nos quais encontramos em particular o famoso drone turco TB2 Bayraktar. Ele também pode interceptar ameaças de RAM (projéteis de foguete, artilharia e morteiro), desde que não sejam muito rápidos ou muito grandes. Finalmente, pode ser usado contra helicópteros, mais para danificá-los do que destruí-los.

O Stryker Guardian foi testado pelo Gabinete de Capacidades Rápidas e Tecnologias Críticas do Exército, ou RCCTO, neste verão em Fort Sill, Oklahoma.

Deve-se observar que a defesa contra aviões e ameaças balísticas não é responsabilidade dos sistemas SHORAD do Exército dos EUA, sendo estes devolvidos a sistemas antiaéreos pesados ​​como o Patriot, a mísseis terra-ar leves como o Stinger, e o superioridade aérea fornecida pela Força Aérea dos Estados Unidos, sendo o sistema limitado pela capacidade de produção de energia a bordo do Stryker para manter a mobilidade compatível com a necessidade de apoio às forças. Como todos esses novos sistemas de energia direcionada, o Guardian será interconectado com os sistemas de detecção presentes no teatro de operações, em aplicação da doutrina Joint All-Domain no cerne da estratégia de engajamento .US nos próximos anos.

O Sistema Valkyrie IFPC-HEL


O restante deste artigo é apenas para assinantes

Os artigos de acesso completo estão disponíveis no “ Itens gratuitos“. Os assinantes têm acesso aos artigos completos de Análises, OSINT e Síntese. Artigos em Arquivos (com mais de 2 anos) são reservados para assinantes Premium.

A partir de 6,50€ por mês – Sem compromisso de tempo.


Artigos Relacionados

Meta-Defesa

GRÁTIS
VISTA