Novo modelo de submarino de ataque nuclear identificado na China

Embora toda a atenção da mídia esteja agora focada nos desdobramentos do conflito na Ucrânia, os outros teatros de operação e o confronto potencial continuam a evoluir. Este é particularmente o caso na Ásia e no teatro Indo-Pacífico, com sucessivos anúncios sobre o desenvolvimento de novas capacidades em Taiwan, Japão, Coreia do Sul e sobretudo na República Popular da China. Entre essas revelações, a divulgação de uma foto de satélite mostrando um novo modelo de um submarino de ataque nuclear chinês merece atenção muito especial, pois a dimensão submarina constituirá, nos próximos anos, uma grande área de confronto entre Pequim e o Ocidente. Acampamentos. Até ele...

Leia o artigo

Segundo seu chefe de gabinete, a Marinha dos EUA não pode se engajar em duas grandes frentes simultaneamente

Dizer que o planejamento de construção naval da Marinha dos EUA foi caótico nos últimos 20 anos seria um eufemismo. Entre os programas abortados ou mais do que decepcionantes como os destróieres Zumwalt e o Littoral Combat Ship, um aumento de baixo orçamento, e diante de um extraordinário esforço chinês de eficiência e o renascimento da construção naval russa, é verdade que a supremacia naval força, considerada há alguns anos como inamovível, agora enfrenta desafios sem precedentes desde o final da Segunda Guerra Mundial. Além disso, os próprios estaleiros americanos…

Leia o artigo

A França perdeu sua audácia na inovação em Defesa?

No início desta semana, a Agência Francesa de Inovação em Defesa lançou duas chamadas para projetos para projetar modelos de munição vagabunda. Essas armas, às vezes impropriamente chamadas de drones suicidas, marcam as notícias no conflito ucraniano, com a chegada dos modelos Switchblade 300 e 600 e do misterioso Phoenix Ghost especialmente projetado pela indústria de defesa dos EUA a pedido dos ucranianos. No entanto, a eficácia da munição vagabunda não surgiu durante esse conflito, nem mesmo durante a guerra de Nagorno Karabakh em 2020, durante a qual os Harops e Orbiters de fabricação israelense saturaram as defesas armênias. De fato, esse tipo de munição existe…

Leia o artigo

Grécia pronta para gastar € 2 bilhões para modernizar seus tanques pesados ​​Leopard 1 e 2

Se os Estados Unidos e alguns europeus tendem a suavizar suas posições em relação à Turquia, as autoridades e os militares gregos, por sua vez, estão longe de compartilhar essa esperança de uma possível mudança de método e objetivos por parte dos o presidente turco, R. T Erdogan, e uma normalização das relações com Ancara. Enquanto a Grécia pode contar com um crescimento sólido de 8,1% em 2021 e mais de 7% esperado em 2022, e suas finanças públicas estão novamente no verde, Atenas agora pode se concentrar na modernização de suas forças terrestres, depois de dedicar…

Leia o artigo

Após as Liberdades, o Independence LCS da Marinha dos EUA está enfrentando grandes falhas

Quanto mais o tempo passa, mais o programa Littoral Combat Ship da Marinha dos EUA, que deveria prefigurar os desenvolvimentos no combate naval litorâneo, parece se juntar à longa lista de impasses tecnológicos e operacionais dos quais o Pentágono se especializou nos últimos 30 anos. . Depois de ter, em 2014, abandonado o princípio do módulo de combate que era permitir que as duas classes Freedom e Independence que constituíam o programa tivessem uma flexibilidade operacional avançada, equipando-se, conforme as necessidades, com capacidades de guerra anti-navio, guerra anti-submarino, inteligência e guerra eletrônica ou guerra de minas, o pessoal da marinha dos EUA nunca deixou de…

Leia o artigo

O Pentágono confia mais do que nunca na DARPA para seus programas hipersônicos

Se, nas décadas de 90, 2000 e 2010, os Estados Unidos possuíam programas de pesquisa na área hipersônica, como o X-51 Waverider, o assunto era considerado de menor importância pelo Pentágono, beneficiando-se apenas de créditos limitados e principalmente nenhum programa de aplicação seguir. Mas quando em março de 2018, Vladimir Putin anunciou a entrada em serviço do míssil hipersônico aéreo Kinzhal, ainda longe de representar um avanço científico notável no campo, as coisas mudaram radicalmente em Washington, e o desenvolvimento de sistemas hipersônicos rapidamente se tornou uma questão estratégica. para as forças armadas americanas. A entrada em serviço do DF-17 chinês, a próxima chegada…

Leia o artigo

General Atomics apresenta uma versão on-board de seu drone MALE MQ-9B SkyGuardian

Nas últimas duas décadas, os drones de combate Medium Altitude Long Endurance, ou MALE, como o famoso MQ-1 Predator da American General Atomics, e seu sucessor, o MQ-9A Reaper, mudaram profundamente o combate ar-terra. Dotados (como o nome sugere) de uma longa duração da ordem de 30 horas para o Reaper, esses dispositivos podem patrulhar e pesquisar grandes áreas graças a sistemas eletro-ópticos avançados e atacar alvos com munições ar-superfície, como o Míssil AGM-114 Hellfire e a bomba guiada GBU-38 JDAM. Embora sua eficácia em combate de alta intensidade ainda precise ser determinada devido à vulnerabilidade significativa, e isso…

Leia o artigo

A Argentina está interessada no Kfir israelense e no JF-17 sino-paquistanês para modernizar suas forças aéreas

Antes da Guerra das Malvinas, em 1983, a Força Aérea Argentina colocou em campo quase uma centena de caças modernos Dassault Mirage IIIEA, IAI Dagger (cópia não licenciada do Mirage V) e A-4B/C/P Skyhawk, enquanto as forças aéreas navais tinham cerca de vinte aeronaves A-4Q Skyhawk e 6 Super-Etendards Dassault, tornando-se uma das forças aéreas mais poderosas e melhor equipadas da América do Sul. Se a Guerra das Malvinas teve um forte impacto nesses números, com a perda de 22 Skyhawks, 11 Daggers e 2 Mirage IIIs, foi sobretudo as sanções ocidentais e as consequências de repetidas crises econômicas...

Leia o artigo

Os Estados Unidos temem a banalização da “chantagem para dissuasão” russa e chinesa

Poucos dias após o início das operações militares na Ucrânia, Vladimir Putin ordenou, de forma muito publicitada, ao seu Chefe do Estado-Maior e ao seu Ministro da Defesa que colocassem as forças estratégicas russas em alerta máximo, em resposta à primeira ronda de sanções de os Estados Unidos e a Europa contra a Rússia em resposta a esta agressão. Desde então, Moscou repetiu repetidamente suas ameaças estratégicas na tentativa de impedir que o Ocidente interfira no conflito em andamento e fornecer apoio crescente aos ucranianos. Se isso não impedisse os Estados Unidos, a Grã-Bretanha e muitos países europeus de entregarem armamentos...

Leia o artigo

Congresso dos EUA pode autorizar a exportação de novos F-16 Block 70 Vipers para a Turquia

Em outubro de 2021, as autoridades turcas apresentaram oficialmente um pedido ao Foreign Military Sales, ou FMS, a organização americana encarregada dos arquivos de exportação de armas para os aliados dos Estados Unidos, para adquirir 40 novos F-16. Block 70 Viper e 80 kits para trazer sua própria aeronave para este padrão muito mais avançado e eficiente do que o F-16 C/D Block 52 atualmente em serviço com a Força Aérea Turca. Se o presidente Biden prometeu fazer o que pudesse para concretizar esse pedido, o Congresso americano, que controla firmemente as exportações de armas dos EUA, se opôs, em um contexto de crise referente à aquisição…

Leia o artigo
Meta-Defesa

GRÁTIS
VISTA