A Holanda confirma o pedido de 6 novos drones F-35A e 4 novos MQ-9 Reaper

Seguindo o exemplo da maioria dos países europeus e após o ataque russo contra a Ucrânia, os Países Baixos, até então particularmente relutantes em aumentar o seu esforço de defesa, anunciou há algumas semanas um rápido aumento do esforço de defesa do país para atingir o objectivo de 2% de PIB de acordo com os requisitos da NATO, para 2025. E como esta mesma maioria dos países europeus, Amesterdão anunciou a capacitação dos seus exércitos, através de novos comandos de armamento. Neste caso, o Ministério da Defesa holandês confirmou, há alguns dias, seu desejo de encomendar 6 aeronaves de combate F-35A adicionais para alcançar uma frota de 52 aeronaves, mas também 4 novos drones MALE MQ-9 Reaper, além dos 4 encomendados, e um novo lote de mísseis Tomahawk dos Estados Unidos, mostrando forte interesse no sistema de lançador de foguetes móvel HIMARS já encomendado na Europa pela Polônia e Romênia.


O restante deste artigo é apenas para assinantes

Os artigos de acesso completo estão disponíveis no “ Itens gratuitos“. Os assinantes têm acesso aos artigos completos de Análises, OSINT e Síntese. Artigos em Arquivos (com mais de 2 anos) são reservados para assinantes Premium.

A partir de 6,50€ por mês – Sem compromisso de tempo.


Artigos Relacionados

Meta-Defesa

GRÁTIS
VISTA