Rolls-Royce da Grã-Bretanha pode participar do programa FX japonês

Já pivô essencial do programa British Tempest para o qual deve projetar um turbojato de nova geração, a empresa britânica Rolls-Royce teria, segundo as confidências coletadas por um jornalista do site japonês Asahi.com, junta-se à equipe de desenvolvimento do novo programa japonês de caça de última geração, atualmente com o codinome FX. O fabricante britânico de motores ajudará as empresas japonesas a desenvolver o turbojato que irá impulsionar este caça bimotor de 5ª geração, destinado a substituir os cerca de cem Mistubishi F2s atualmente em serviço com a força aérea de autodefesa japonesa, bem como o F15J, obrigado a uma dimensão de superioridade aérea amplamente marcada nos trabalhos iniciais.

A informação é fragmentada em relação o programa FX, Tóquio sendo particularmente discreto sobre seu desenvolvimento. Em particular, foi objeto de acirrada competição entre a indústria aeronáutica americana, em particular a Boeing e a Lockheed-Martin, e as britânicas BAe e Rolls-Royce, para acompanhar o Japão nesta ambiciosa aventura, que marcaria a entrada do país em um clube muito fechado de fabricantes de aeronaves militares capazes de projetar totalmente uma aeronave de combate moderna. Por muito tempo, a oferta britânica apareceu apenas como um contraponto potencial para as ofertas americanas, mas de acordo com informações obtidas por Asahi, parece que Londres conseguiu convencer Tóquio, apesar da proximidade industrial e militar do Japão dos Estados Unidos.

EJ200 Image1 Notícias Defesa | Jatos de combate | Cooperação Tecnológica Internacional Defesa
Rolls-Royce fabrica, em parceria com MTU, Avio e ITP, o turbojato EJ200 que alimenta o Eurofighter Typhoon. Por outro lado, o projeto do motor foi realizado principalmente pela Rolls-Royce e deriva do demonstrador britânico XG-40.

Restam 75% deste artigo para ler. Inscreva-se para acessá-lo!

Metadefense Logo 93x93 2 Notícias de Defesa | Aviões de combate | Cooperação tecnológica internacional Defesa

Os Assinaturas clássicas fornecer acesso a
artigos em sua versão completae sem publicidade,
a partir de 1,99 €.


Para mais

REDES SOCIAIS

Últimos artigos