Pequim lança mísseis hipersônicos DF-17 para aumentar a pressão sobre Taiwan

A anexação à força da ilha independente de Taiwan parece se tornar uma das principais preocupações dos líderes chineses e do Exército de Libertação Popular, pois eles multiplique declarações et ações tomando tal hipótese como um quadro. A última ação até o momento não é outra senão a alegada implantação de baterias de mísseis superfície a superfície DF-17 perto da costa sudeste do país para poder atingir Taiwan em um tempo muito curto se necessário, o DF-17 sendo apresentado como um míssil hipersônico.

O site estatal em inglês globaltimes.cn, transmitindo informações da mídia taiwanesa e de Hong Kong, de fato relatou a implantação deste novo míssil hipersônico na costa sudeste do país, de frente para o ilha "secessionista", conforme apresentado pela imprensa de Pequim. A análise proposta pelo site indica que esses mísseis teriam a função de atingir bases aéreas e alvos estratégicos do poder e da Defesa de Taiwan em caso de ação militar para assumir a ilha independente pela força por mais de 70 anos. Além disso, o site insiste que as Forças Armadas taiwanesas, nem seus possíveis aliados americanos, não têm capacidade para interceptar esse tipo de míssil, tornando o ataque inevitável.

Taiwan encomendou 66 bloco F16 70+ Viper com os Estados Unidos enquanto moderniza sua frota para este padrão.

O restante deste artigo é apenas para assinantes

Os artigos de acesso completo estão disponíveis no “ Itens gratuitos“. Os assinantes têm acesso aos artigos completos de Análises, OSINT e Síntese. Artigos em Arquivos (com mais de 2 anos) são reservados para assinantes Premium.

A partir de 6,50€ por mês – Sem compromisso de tempo.


Artigos Relacionados

Meta-Defesa

GRÁTIS
VISTA